Vagas para 2015

A cada dia, o mercado da construção civil demanda mais conhecimentos formais por parte dos operários do ramo. A tendência é que, nos próximos anos, o acúmulo de cursos e certificações se torne um requisito legal para o exercício de todo tipo de funções na área, tal como acontece na Europa.

O curso de Mestre de Obras é um dos programas do Curso Intensivo de Preparação de Mão de Obra Industrial (CIPMOI) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), auspiciado pela Pró-Reitoria de Extensão e a Escola de Engenharia dessa universidade.

O CIPMOI tem mais de 50 anos ministrando conteúdos técnicos e científicos de alta qualidade para operários nas áreas de construção civil, elétrica e mecânica, a fim deles adquirirem conhecimentos teóricos sobre os ofícios que realizam. O programa também funciona como um espaço de reflexão sobre a realidade socioeconômica brasileira e seu impacto no mercado laboral.

Os cursos são ministrados por estudantes avançados de diferentes carreiras da UFMG e contam com a supervisão de professores. Por se tratar de uma das maiores instituições de pesquisa do país, o CIPMOI é um espaço de troca entre os conhecimentos desenvolvidos na academia e os saberes empíricos dos operários do ramo.

O curso de Mestre de obras consta de 450 horas/aula, distribuídas nas disciplinas de comunicação e relações humanas, matemática, informática, projetos de construção civil, gestão de obras e técnicas construtivas.

Estas disciplinas são ministradas por 15 instrutores, sendo quatro deles responsáveis pela administração do programa, em conjunto com cinco professores.

Público alvo

Profissionais atuantes na área da construção civil e mestres de obra em exercício. Trata-se de um curso de aperfeiçoamento e não de profissionalização. Os candidatos devem ter, pelo menos, Ensino Fundamental II não concluído. A experiência na área será avaliada em um processo seletivo que consta de prova e entrevista.

Perspectivas no mercado de trabalho

O mestre de obras é um profissional imprescindível na construção civil, pelo que as possibilidades de trabalho são amplas, especialmente através do livre exercício, por projetos. Um mestre de obras com capacitação formal tem maiores chances de ingressar em obras civis de alta tecnologia ou em projetos públicos e privados com algum tipo de fiscalização especial. O curso é um valor agregado para mestres de obra que visem ser contratados por grandes construtoras ou departamentos de obras públicos. Também é uma boa alternativa para profissionais atuantes que desejem ser promovidos a funções de supervisão.

Média salarial

No estado de Minas Gerais, o piso salarial de um mestre de obras é de R$4150, quanto que a média da profissão é de R$5500 e o máximo é de R$8000. No Brasil, o piso salarial é um pouco menor — R$ 3750—, mas a média e o máximo se mantêm. No estado de São Paulo o piso salarial é bem maior, R$4800, a média é de R$5700, mas o máximo é inferior que em outros estados (R$ 7500).

Dica

O contato com professores universitários e futuros engenheiros civis é positivo no sentido de estabelecer relacionamentos estratégicos no campo profissional. As indicações e recomendações são fundamentais para os operários qualificados da construção civil.

Vagas para 2015

Aulas: de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h15

Inscreva-se em: Escola de Engenharia da UFMG, bloco 3, sala 2031, Campus Pampulha, Belo Horizonte, MG. É requerido um documento com foto e o pagamento de uma taxa de inscrição de R$20. Realizar-se-á uma prova de conhecimentos. Os aprovados passarão, depois, por uma entrevista.

 

Período de inscrição: Segunda-feira 14/12/2015 a sexta-feira 18/12/2015 (das 19h às 21h.) e sábado 19/12/2015 (das 09h às 16h).

Prova: sábado 17/01/2016

Resultado das provas: 25/01/2016 a 29/01/2016

Entrevistas: segunda-feira 01/02/2016 a 05/02/2016

Resultado das Entrevistas: 15/02/2016 a 19/02/2016

Matricula: 22/02/2016 a 26/02/2016

Início das aulas: 14/03/16

Vagas para 2015

Comments

  1. Luiza de Oliveira Duarte
    julho 27, 2016 at 4:18 pm

    Boa tarde, sou engenharia civil e gostaria de uma oportunidade de emprego como professora de cursos profissionalizantes na área de construção civil.

  2. luciene da mata
    dezembro 23, 2016 at 1:14 pm

    quero saber se já tem inscrição para ano de 2017
    e se é gratuito

Deixe seu Comentário